Gotas de uma mesma bacia

 


Eu sou hipócrita

quero que busque nos bosques

algo que nunca encontrei

talvez morra e nunca saberei

sou escravo ou sou rei.


Das minhas vontades

crio realidades

sou refém da vaidade

nego a verdade.


Corro muito rápido

em socorro nunca paro

fujo do desespero

em direção ao pesadelo

de nunca chegar

em algum lugar.


Não posso parar

logo chegará

o dia de descansar

não posso parar

tropeço, caio

me machuco sem pesar.


Não podemos parar

me ajude a chegar

me ajude a estar

em um local seguro

quando a bacia transbordar.


The End

ROBERTO CRUZ